Saubara- Bahia

Saubara de velhas cantigas e prosas,
De pesca, do marisco e da roça;
Do artesanato, da palha e do ingaço
Da areia branca do mar

E do muito peixe pra comprar
Do velho azeite de dendê;
Que o turista sempre nos deu o prazer
Tomando um banho de praia

E comendo uma muqueca de arraia
Lá vai Saubara com a sua culinária
Fazendo balaio, Crochê e renda
Do samba de roda, de rapariga e maniçoba

Da praia do sol,
Cerveja gelada, mulher e muito suor;
Da praia de cambucu, àquele mar todo azul
Do velho caranguejo que não tem nenhum segredo.

É só o turista se sentar
Que  dona do bar logo vem anotar
Moqueca de ostra, chumbinho ou siri catado
E  um belo camarão pistola saindo na hora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: